Empresas, velejando através da agonia do crescimento

O desafio do crescimento das empresas não é nem linear nem evidente em suas formas de tratamento. Não há fórmula mágica!


Neste artigo, publicado na revista da Câmara Portuguesa em sua edição 1134, Carlos Reis e Nicholas Vincent Reade discutem sobre as 4 decisões que os capitães da empresa precisam acertar: pessoas, estratégia, execução e caixa.


Empresas – A agonia do crescimento


Como na vida, os cenários são imprevisíveis e as mudanças rápidas, e é por isso que é preciso estar preparado para a adaptabilidade. No mundo atual de aprendizado contínuo e rapidez de mudança de rumo, a empresa precisa navegar como um veleiro, sentindo o vento e as correntezas. Se for um navio, sem a flexibilidade que o contexto nos demanda, não conseguirá desviar das geleiras a tempo e encontrar novos rumos.


Toda a tripulação precisa estar atenta com as mudanças de vento, um olhar na vela e outro na bússola! Um olhar no presente e outro no futuro. Se o vento acabar, há que esperar, e para isso é preciso ter suprimentos. Prepare o seu crescimento!

#RRBA #CarlosReis #NicholasReade

0 visualização0 comentário