O que você acha do ultimato de Elon Musk?

Por que o ultimato de Elon Musk na Tesla afronta a nova realidade do home office | Carreira | Valor Econômico (globo.com)

Publicado no Valor Econômico no dia 02 de junho 2022.

O que você acha do ultimato de Elon Musk – CEO da Tesla e homem mais rico do mundo de acordo com a Bloomberg – sobre todos os seus funcionários voltarem ao escritório ao menos 40 horas por semana?


Ele exige que os funcionários saiam do home office e voltem ao sistema presencial, ou deixem a empresa.


As opiniões podem se dividir. Mas talvez, como relata o artigo do Valor Econômico, isso possa custar muitos talentos para Musk.


A diversidade – tão discutida na economia contemporânea – é também a diversidade de personalidades. Há muitas pessoas que produzem mais trabalhando em suas casas, sozinhas e mais concentradas. E, claro, há outras pessoas que funcionam melhor no ambiente do escritório e longe de suas casas. Pessoas são diferentes e sistemas híbridos + liberdade de escolha provavelmente consigam tirar o melhor resultado de cada colaborador.


Além da produtividade, a felicidade do funcionário é um fator primordial para o sucesso da empresa. Um ultimato pressupõe cortar a liberdade de escolha, o que pode não ser uma escolha positiva de um líder.


Será que Musk não estará indo na contramão de seu tempo? Capacidade de adaptação é tão importante quanto resiliência, e supor que os formatos de trabalho continuam igual a antes da pandemia pode lhe custar caro.

A nosso ver, há três pontos principais:

  • Cuide de suas pessoas e elas cuidarão de tudo.

  • Acordos funcionam melhor que ultimatos. Consenso, escuta ativa e capacidade de diálogo são qualidades essenciais para um líder e o sucesso das empresas.

  • Vemos a importância de algum contato pessoal para que as equipes consigam estar alinhadas.

Acreditamos no modelo híbrido, misturando o home office com o trabalho presencial para que as equipes possam funcionar em sua melhor capacidade.


Por que o ultimato de Elon Musk na Tesla afronta a nova realidade do home office | Carreira | Valor Econômico (globo.com)

0 visualização0 comentário