Como foi 2020 para você?

Oi. Que ano passamos! Claro que ao longo da vida tive que conviver com várias crises; as cambiais, de petróleo, de dívida externa, de inflação nas alturas, de confiscos, a global de 2008 e o apagão, mas sem dúvida a pandemia é que teve maior impacto, não apenas em termos de saúde e econômicos, mas também sociais, forçando mudanças de comportamento dos consumidores.


Considero importante registrar algumas lições aprendidas, sendo a mais óbvia o fato de muitos terem aprendido a trabalhar de forma remota. Situações antes impensáveis passaram a fazer parte de nossa rotina: reuniões virtuais, contratos assinados à distância, e mais impressionante ainda, compromissos assumidos e negócios fechados sem os tradicionais apertos de mão e olho no olho. As implicações para o futuro de eventos, viagens de trabalho e mercado imobiliário são enormes, e ainda não definidas.

Gostaria de comentar as razões que levaram alguns de nossos clientes a terem conquistado ao longo deste ano difícil vitorias importantes. Poderia separá-los em duas categorias principais:

  • Os que foram ágeis suficientes para fazer mudanças importantes em seu modelo de negócios.

  • Os que souberam manter a calma e reconhecer que a Covid-19 não prejudicou a essência de seus negócios, e agiram de acordo.


Entre aqueles que mudaram seu modelo de negócios:

  • Um consolidou a integração com seu novo sócio, revertendo prejuízo em resultado positivo, e ainda reformou a equipe de liderança e processos para dar um salto em 2021.

  • Outro se internacionalizou e entrou em dois mercados novos.

  • E um terceiro fez uma diversificação bastante significativa.

Na segunda categoria, apesar de nenhum cliente atuar em setores beneficiados pela pandemia, seus líderes analisaram a situação e concluíram que não havia necessidade de alterar o rumo, e enxergaram a oportunidade de crescer enquanto concorrentes hesitavam.

Agindo desta forma:

  • Um desdobrou seu faturamento e triplicou EBITDA.

  • Outro aumentou a receita em 50% com margem maior.

  • E um terceiro quase triplicou seu faturamento, aumentando seu pessoal em 40%.

O que todos eles têm em comum? Seu sucesso não foi obra do acaso! As lideranças destas empresas aplicaram os conceitos e as ferramentas do Scaling Up, e/ou de outras metodologias de gestão.

Inevitavelmente quatro clientes foram afetados pela Covid-19, e tiveram que fazer cortes significantes em seu negócio. Dois estão ainda com vendas muito abaixo de 2019, mas os outros dois já estão iniciando sua recuperação, tendo feito as correções de rumo necessárias.

Acredito que a lição mais importante foi compreender a velocidade das mudanças, tanto as causadas diretamente pela pandemia, quanto as tecnológicas e as mudanças no comportamento dos consumidores.

Esta velocidade das mudanças reforça a necessidade das empresas de se atualizarem sempre, revisando constantemente sua estratégia e assim dando respostas ágeis e flexíveis às novas circunstâncias.

A dificuldade está em saber escolher, entre abundante oferta, as metodologias e as ferramentas mais adequadas.


Se quiser trocar ideias sobre esta escolha, estou à sua disposição.

Desejo a toda sua família um 2021 com muita saúde, força e otimismo.

Abs Nick

0 visualização0 comentário